Oplen

Oplen

Tendência: Métodos Ágeis para o Gerenciamento de Projetos

Métodos Ágeis

A rotina apertada das grandes empresas tem trazido diversas mudanças para o Gerenciamento de Projetos. Nesse cenário, os Métodos Ágeis aparecem como uma alternativa eficaz para valorizar os resultados e otimizar o tempo das equipes

O mundo corporativo está sempre evoluindo e se transformando. Para as grandes empresas, essa é uma realidade ainda mais presente. Não por acaso, inclusive, elas têm investido cada vez mais em flexibilidade e rapidez, a fim de otimizar processos, como os aplicados ao gerenciamento de projetos.

Diante desse panorama, os recursos de Gerenciamento Ágil, que agregam abordagens mais diretas à rotina dos gestores, vêm ganhando destaque nos últimos tempos. Focada em garantir mais assertividade às ações, a ideia dos processos ágeis é justamente dar condições para um efetivo alinhamento estratégico entre as ações e a parte operacional de uma empresa.

Quais são os ganhos de uma metodologia ágil?

A Metodologia Ágil, em resumo, entrega uma série de ferramentas e conceitos que podem ser aplicados para ajudar a aumentar a assertividade no gerenciamento de projetos. Dentro dessa proposta, é possível adotar diferentes métodos de trabalho, como o Scrum e o Kanban, de acordo com as características de cada negócio ou tipo de gestão a ser trabalhada.

Na prática, porém, todos esses recursos buscam sempre o mesmo foco: tornar os planos mais objetivos, criando tarefas, estimativas e estratégias mais eficientes para o desenvolvimento de uma ideia.

Isso significa que uma grande empresa não precisa mais se manter presa, por exemplo, a um planejamento tradicional, com fases pré-definidas e que incluem cronogramas rígidos ou alocações de recursos que possam comprometer a efetividade diária de suas produções. Em muitos casos, as formas convencionais representam atrasos que levam ao aumento de custos, problemas de monitoramento e dificuldades para se identificar quais pontos foram realmente bem-sucedidos ao propósito da produção.

O Gerenciamento Ágil, por sua vez, possibilita aumentar a velocidade para a tomada de decisão elevando a capacidade de análise de dados (entre períodos definidos) com informações mais apuradas sobre cada etapa de um projeto.

Sua empresa deve adotar esse modelo?

Na hora de escolher um método de gerenciamento de projetos, uma empresa precisa observar várias questões. A cultura organizacional, por exemplo, é um dos pontos que deve ser sempre levado em conta, assim como a própria realização a ser gerenciada.

Outra possibilidade é colocar em funcionamento formas híbridas de gestão de projetos, com ferramentas que permitam manter a estrutura e detalhamento de planos mais tradicionais e, ao mesmo tempo, ganhar em desempenho e gestão estratégica. Mas isso depende, também, dos objetivos e demandas do seu negócio!

Quer saber mais sobre como levar esse modelo de Gerenciamento para sua empresa? Veja o Blog da Oplen e confira as principais dicas para aproveitar já esse modelo!